Treinar primeiro os músculos grandes ou pequenos?

Facebook
Google+
Twitter

Para responder essa pergunta vou enumerar alguns questionamentos que devem ser feitos:

1️⃣ SEU OBJETIVO: Na minha visão profissional, o objetivo do meu aluno consiste oferecer estratégias e ferramentas para algo que ele busca (deseja) aliado a algo que ele precisa (“ponto fraco”). Logo, se uma determinada parte do corpo gera mais insatisfação para ele, pode ser interessante iniciar o treino enfatizando essa região, independentemente do músculo ser “grande” ou “pequeno”.

2️⃣ NÃO EXISTE UMA ORDEM CORRETA: A ordem dos exercícios deve ser pensada analisando algumas variáveis, por exemplo, seus desiquilíbrios musculares, sua disponibilidade de tempo, horário de treino, afinidade por determinado grupamento, prioridade…

3️⃣ EXPERIMENTE VARIAÇÕES – É fundamental o praticante experimentar diversas formas de variar o treino e aliar a sua prática a sua necessidade. Por exemplo, pode ser interessante iniciar o treino com deltoides se você tem essa região menos desenvolvida. Provavelmente se fizer em seguida exercícios para o peitoral as cargas serão reduzidas… mas isso não é um problema, é questão de prioridade e funcionalidade.

RESUMINDO: De uma forma geral coloque os grupos musculares que você não gosta de treinar e/ou os que são mais fracos (menos desenvolvidos) no começo do treino. Essa estratégia vai te ajudar a direcionar mais atenção nessas regiões e corrigir esses desequilíbrios.

Artigos Relacionados

OBESIDADE: genética ou comportamental?

🗣️ “Hoje entendemos a influência que os mecanismos genéticos desempenham papel importante na determinação do peso corporal.” Normalmente mutações raras em um

O que você está bebendo?

🔥 Minha intenção com essa postagem é simplesmente mostrar que é muito fácil INGERIR calorias através de líquidos. DEIXE A MAIOR PARTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *